Feiras em Las Vegas atraem marcas brasileiras de gemas coradas, joias e folheados

Entre os dias 30 de maio e 3 de junho (sexta a segunda-feira), duas importantes feiras do setor joalheiro e de pedras preciosas serão realizadas, de forma simultânea, no Sands Expo & The Venetian, em Las Vegas (EUA) e contarão com a presença de 19 marcas brasileiras apoiadas pelo Precious Brazil. O projeto setorial, nascido da parceria entre o Instituto Brasileiro de Gemas e Metais Preciosos (IBGM) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), tem como principal objetivo alavancar as exportações de empresas brasileiras do setor.

Umas das mais icônicas feiras da América do Norte, a JCK Las Vegas apresenta um mix de fornecedores e produtos para que os profissionais da área tenham acesso ao que há de mais novo no mercado. As marcas brasileiras estarão divididas em três áreas distintas do pavilhão. As empresas Belmont Emeralds, Ben Sabbagh Bros, BCG Brasil Gem Commerce, Duarte & Bastos, Gembras, JS Gems, Manoel Bernardes, Ramos & Campos, Peter Valicek Gems, Seven Fine Gems e Tavares Gems, apresentam suas novidades em gemas coradas no Global Gemstone Pavilion – ICA. No JCK Bridge estão as marcas de joias e folheados, representadas por: Amarjon Biojoias, Creative Brazil, Debora Ioschpe Joias e Maria Dolores. Já as empresas de joias em ouro e prata, Julio Okubo, Laut Jewels e Vianna, ocupam o espaço JCK Design Center.

O mercado americano é um dos principais consumidores de pedras, joias e folheados. Segundo o IBGM, de janeiro a abril de 2019  foram exportados U$S 38,5 milhões em produtos para os EUA, o que representa um crescimento de 9%, quando comparado ao mesmo período de 2018. As gemas continuam sendo o produto mais exportado, sejam elas voltadas para joalheria ou itens de decoração. As bijuterias brasileiras também ganharam mercado neste período, com um aumento de 15% em relação ao ano anterior. Os números refletem a importância do país para o setor e por isso, em paralelo à JCK,  será realizada a JIS Exchange com a participação das marcas de folheados nacionais: MGold e Sai Brazil.

 

Confira algumas novidades

 

Débora Ioschpe Joias

A designer Débora Ioschpe mescla arte, delicadeza e ousadia para criar peças com significado próprio e único. Por meio delas, a designer expressa seus sentimentos diante de momentos e fases importantes de sua vida. É o caso da coleção Humanity, que destaca as joias com formato de cápsulas e pílulas, referência ao uso cada vez mais comum de medicamentos, vitaminas, relaxantes e analgésicos.  “Nossas joias têm tido cada vez mais aceitação no exterior, em especial no mercado norte-americano.  A JCK em Las  Vegas é uma excelente vitrine para uma aproximação maior o público dos EUA. Lá, nossa marca é percebida de forma diferente, o trabalho artesanal tem forte apelo, ainda mais aliado ao lúdico, ao cotidiano e sem abrir mão de arte, design e material de primeira qualidade”, afirma Débora.

Duarte & Bastos

Fundada em 1989 em Teófilo Otoni, Minas Gerais, a Duarte & Bastos é uma das mais respeitadas empresas do ramo de comercialização de gemas. Aposta no controle de qualidade, que vem desde a extração até a classificação das pedras lapidadas.

 Gold

Aliando qualidade, tecnologia e design moderno, a MGold está há mais de 20 anos no mercado de semijoias, com todos os produtos banhados a ouro 18k. Em seus produtos, utilizando o que há de mais moderno na tecnologia de metais nobres.

Ramos & Campos

Há mais de 30 anos no mercado, a Ramos & Campos é uma empresa familiar que trabalha com gemas coradas. Em Las Vegas apresenta as pedras: Turmalina Paraíba, Turmalina, Rubelita, Água-marinha, Topázio Imperial e Morganita. “Com o apoio do Precious Brazil ganhamos mais força e competitividade no mercado internacional”, diz Fernando Campos.

Seven Fine Gems

Nascida da fusão das empresas das famílias Neves: Nevesgems e Nevestones, a Seven Fines Gems é especialista em rubelitas e turmalinas já mineradas. Está localizada na cidade de Governador Valadares (MG), importante centro gemológico do país. “Para nós do mercado de pedras preciosas é imprescindível ter sempre novas gemas. Nossos consumidores esperam novidades, pois somos conhecidos mundialmente pela qualidade, variedade, quantidade e capacidade de fornecimento contínuo de nossas pedras preciosas”, afirma Douglas Neves.